RENTABILIDADE DO SETOR BANCÁRIO BRASILEIRO: ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DAS RECEITAS DE INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA, PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E TARIFAS BANCÁRIAS NO PERÍODO DE 2011 A 2022

Autores

  • Samuel Menna Barreto Torrecilha IDP

Resumo

O presente trabalho busca investigar eventuais mudanças no comportamento das receitas de intermediação financeira, serviços e tarifas do setor bancário brasileiro, tendo como variável observada o Resultado Bruto. Para isso, estimamos um modelo de regressão múltipla com efeitos fixos considerando dados trimestrais de 2011 a 2022. Os resultados indicam que a partir de 2016 houve uma mudança no comportamento das receitas de intermediação que estaria associada com o aumento da concorrência no setor, em especial devido à atuação de fintechs e bancos digitais. Por outro lado, observamos uma inversão da inclinação das receitas de tarifas, que passou a ser positiva, indicando uma tentativa de compensar a queda de receitas de intermediação, notadamente um efeito colateral indesejado. Esses achados são úteis para a literatura científica que investiga finanças e banking, para policymakers que atuam com regulação do setor e demais agentes econômicos do mercado financeiro.

Downloads

Publicado

2023-12-22

Como Citar

Menna Barreto Torrecilha, S. . (2023). RENTABILIDADE DO SETOR BANCÁRIO BRASILEIRO: ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DAS RECEITAS DE INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA, PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E TARIFAS BANCÁRIAS NO PERÍODO DE 2011 A 2022. Revista Debates Em Economia Aplicada – REDEA, 3(5). Recuperado de https://www.portaldeperiodicos.idp.edu.br/redea/article/view/7643

Edição

Seção

Artigos