SAÚDE DOS INVESTIMENTOS EM TEMPOS DE PANDEMIA E O DESAFIO NA QUEBRA DE PARADIGMA ENFRENTADO PELAS FUNDAÇÕES DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR BRASILEIRAS: CASO FUNPRESP-EXE

Guilherme Silva Souza

Resumo


Esse estudo analisa o comportamento das entidades de previdência complementar brasileiras em tempos de crise para manter seus investimentos e rentabilidade de acordo com os seus respectivos regulamentos sem perder seu objetivo final, que é zelar pela segurança e aposentadoria dos participantes. Novos tempos, novas estratégias e desafios são termos que os fundos de pensão conhecem bem. Em tempos de pandemia, a situação não se difere. Para tanto, foi apresentada, como entidade de pesquisa alvo, a Fundação de Previdência Complementar dos Servidores Públicos Federais (FUNPRESP). Com vistas a entrelaçar as ideias trabalhadas, o artigo relaciona as transformações demográficas sociais, a formação e evolução da previdência social no Brasil no contexto que se refere à criação de um paradigma e traz a educação financeira e previdenciária como alicerce de apoio aos administradores e gestores desses fundos de pensão.Além disso, faz uma apresentação da Funpresp dando ênfase ao perfil e cultura das EFPCs brasileiras, relacionando os demonstrativos de rentabilidade e pesquisa de campo da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC), essenciais para a análise dos resultados na busca de responder o problema de pesquisa principal deste trabalho.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Constituição Federal. 1988. Disponível em: . Acesso em: 05 ago. 2019.

. Lei nº 12.618, de 30 de abril de 2012. 2012b. Disponível em: . Acesso em: 20 jul. 2020.

. Decreto nº 7.808, de 20 de setembro de 2012. 2012a. Disponível em: . Acesso em: 20 jul. 2020.

. Lei nº 13.183, de 4 de novembro de 2015. 2015. Disponível em: . Acesso em: 20 jul. 2020.

. Conselho Monetário Nacional. Resolução CMN nº 4.661, de 25 de maio de 2018. 2018.

. Comissão de Valores Mobiliários. Instrução CVM nº 555, de 17 de dezembro de 2014. 2014.

. Superintendência Nacional de Previdência Complementar – PREVIC. Resultados Formulário Covid-19. 2020. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2020.

BORGES, Mauro Ribeiro. Previdência Funcional e Regimes Próprios de Previdência. Curitiba: Juruá, 2003.

CASTRO, Carlos Alberto Pereira. LAZZARI, João Batista. Manual de Direito Previdenciário. Rio de Janeiro: Forense, 2019.

DIAS, Cicero Rafael Barros. LIBERAL, Rafael; PINHEIRO, Ricardo Pena. Fundos de Pensão na Garagem, 2015. Disponível em: . Acesso em 17 jul. 2020.

FREITAS, Ricardo de Santos. Natureza Jurídica dos Fundos de Investimento. São Paulo: Quartier Latin, 2006.

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO. Mercado financeiro e o coronavírus: histórico, impactos e projeções. 2020. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2020.

FUNPRESP. Regulamento do Plano de Benefícios do Poder Executivo Federal (ExecPrev), aprovado pela Portaria Previc nº 44, de 31 de janeiro de 2013, Brasília-DF. 2013a. Disponível em: . Acesso em: 03 jul. 2020.

FUNPRESP. Regulamento do Plano de Benefícios do Poder Legislativo Federal (LegisPrev), aprovado pela Portaria Previc nº 239, de 6 de maio de 2013, Brasília-DF. 2013b. Disponível em: . Acesso em: 03 jul. 2020.

FUNPRESP. Funpresp em números. 2016. Disponível em: . Acesso em: 02 ago. 2020.

FUNPRESP. Funpresp em números. 2020a. Disponível em: . Acesso em: 02 ago. 2020.

FUNPRESP. Rentabilidade da Funpresp em abril já apresenta recuperação. 2020b. Disponível em: . Acesso em: 22 out. 2020.

FUNPRESP. Rentabilidade da Funpresp desde 2013 acumula 117,02% e supera índice de referência. 2020c. Disponível em: . Acesso em: 04 nov. 2020.

MENDES, Gilmar Ferreira. Curso de direito constitucional. São Paulo: Saraiva, 2017.

PINHEIRO, Ricardo Pena. Educação financeira e previdenciária - a nova fronteira dos fundos de pensão. In: REIS, Adecir (org.). Fundos de Pensão e Mercado de Capitais. São Paulo: Editora Peixoto Netto, 2008.

REIS, Adacir. Introdução. In: REIS, Adecir (org.). Fundos de Pensão e Mercado de Capitais. São Paulo: Editora Peixoto Netto, 2008.

ROCHA, Tatiana Nogueira da. Fundos de Investimento e o Papel do Administrador. Núcleo de Publicações Jurídicas – IbmecLaw. São Paulo: Ed. TextoNovo, 2003.

RUDOLPH, Heinz P. Sabat, Jorge. 2016. Building Long-Term Portfolio Benchmarks for Pension Funds in Emerging Economies. Policy Research Working Paper; No. 7784. World Bank, Washington, DC. © World Bank. https://openknowledge.worldbank.org/handle/10986/24865 License: CC BY 3.0 IGO.”. Acesso em: 07 de Outubro de 2020.

SÁ, Thomás Tosta de. Fundos de Pensão e Mercado de Capitais. In: REIS, Adecir (org.). Fundos de Pensão e Mercado de Capitais. São Paulo: Editora Peixoto Netto, 2008.

SERRA E GURGEL, J. B. Evolução da Previdência Social. Brasília: FUNPREV, 2008. Disponível em: . Acesso em: 04 ago. 2020.

TEIXEIRA, S. & Oliveira, J. (IM) Previdência – 60 anos de Previdência Social no Brasil, Editora Vozes, 1989.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.
Associada e indexada à