VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA ENQUANTO VIOLÊNCIA DE GÊNERO E SEU VIÉS RACIAL

Roberta Cordeiro de Melo Magalhães

Resumo


O estudo da violência obstétrica tem se tornado um campo de grande interesse por parte da comunidade acadêmica. O assunto tem sido caracterizado como uma manifestação da violência de gênero por ter as mulheres em período gravídico puerperal como seu principal alvo. Para uma melhor compreensão deste fenômeno se faz necessário o estudo de gênero, raça e classe, uma vez que são indicadores sociais de que as mulheres negras são as mais suscetíveis a sofrerem violência obstétrica. Neste sentido, o presente trabalho se propõe a discutir a violência obstétrica contra mulheres negras para trazer ao debate a representação social do corpo feminino para os profissionais de saúde em maternidades. Para a realização deste estudo, foi utilizada a metodologia de pesquisa bibliográfica

Texto completo:

PDF
Associada e indexada à