A LINGUAGEM DO REGIME TOTALITARISTA NO LIVRO “A REVOLUÇÃO DOS BICHOS”

Larissa do Amaral de Oliveira

Resumo


Este artigo faz uma análise de como o regime totalitarista, apresentado em forma de fábula no livro “A Revolução dos Bichos” de George Orwell, torna a linguagem como instrumento de seu poder. Hannah Arendt explica que o totalitarismo é baseado em dois pilares: o do terror e o da ideologia. Quando há disseminação de uma ideologia, é preciso saber quem detém o poder da linguagem e por quais meios eles a usam para programar o regime. No decorrer deste artigo, intenciona-se argumentar como a linguagem passa a ser um meio de propagação do regime instaurado na obra.                                                                                 


Texto completo:

PDF
Associada e indexada à