Produção e reprodução no capitalismo neoliberal: um modelo de exploração e expropriação a ser superado pelo princípio político do comum.

Juliana Pantoja Machado, Prudêncio Hilário Serra Neto, Valena Jacob Chaves Mesquita

Resumo


O momento atual é caracterizado por um autoritarismo crescente, pelo racismo, sexismo, xenofobia cada vez menos envergonhados no discurso público, pelo desmonte do Estado-social, por um agravamento sem precedentes das desigualdades sociais, pelo desencantamento com relação à política, ao mesmo tempo, testemunha-se um ataque sem precedentes aos recursos naturais, as populações tradicionais e aos saberes locais. Tratam-se de sintomas muito claros e situados dentro do que pode ser chamado de uma razão de mundo neoliberal, na qual mercado e sobretudo a concorrência se expandem cada vez mais, por todas as esferas da vida, transformando, tudo aquilo que for possível, em um potencial produto a ser consumido. Partindo de tais premissas, questiona-se uma série de conceitos e ideias, tais como desenvolvimento, progresso e políticas públicas que podem, sob diversos discursos de dissimulação, servirem a interesses de elites e oligarquias ao mesmo tempo que permitem uma ampliação de situações de violência e exclusão. Assim, através de uma pesquisa bibliográfica, busca-se, na primeira seção, descrever aspectos relacionados a produção e reprodução no sistema capitalista neoliberal, priorizando-se a questão de gênero para, na segunda seção, pensar o princípio político do comum enquanto caminho para a superação da razão de mercado, através de uma lógica mais pautada na solidariedade e, sobretudo, na coatividade, que implica, simultaneamente, não só o desenvolvimento de determinada atividade comum como, também, a autogestão desse grupo.

Palavras-chave


capitalismo; neoliberalismo; comum.

Texto completo:

PDF

Referências


AGRICULTORAS do Pará investem em agroecologia em região dominada pelo veneno. Brasil de Fato. Rio de Janeiro, 05 jul. 2017. Caderno Campo. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2017/07/05/agricultoras-do-para-investem-em-agroecologia-em-regiao-dominada-pelo-veneno/. Acesso em: 06 jun. 2019.

BROWN, Wendy. Nas ruínas do neoliberalismo: a ascensão da política antidemocrática no ocidente. São Paulo: Editora Filosófica Politeia, 2019.

COMÉRCIO de produtos agroecológicos empodera mulheres no interior do Pará. Brasil de Fato. Rio de Janeiro, 06 jul. 2017. Caderno Agroecologia. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2017/07/06/comercio-de-produtos-agroecologicos-empodera-mulheres-no-interior-do-para/. Acesso em: 06 jun. 2019.

CONDON R. Nancy Fraser and Rahel Jaeggi, Capitalism: A Conversation in Critical Theory,. Irish Journal of Sociology, jun. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1177/0791603520930989. Acesso em: 17 set. 2020.

CURTY G. Rethinking Capitalism, Crisis, and Critique: An Interview with Nancy Fraser. Critical Sociology, abr. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1177/0896920520918506. Acesso em: 17 set. 2020.

DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Boitempo, 2016.

DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. Comum: ensaio sobre a revolução no Século XXI. São Paulo: Boitempo, 2017.

DIAS, Bárbara Lou da C. V.; DELUCHEY, Jean-François Y. Por uma “política do comum” e não das políticas públicas. In: TEIXEIRA, Anderson V.; GUIMARÃES FILHO, Gilberto; SIMÕES, Sandro Alex. (Orgs.). Supremacia constitucional e políticas públicas: discutindo a discricionariedade administrativa na efetivação de direitos fundamentais. Porto Alegre: Editora Fi, 2016.

FEDERICI, Silvia. Calibã e a bruxa: mulheres, corpo e acumulação primitiva. São Paulo: Elefante, 2017.

FEDERICI, Silvia. Mulheres e a caça às bruxas. São Paulo: Boitempo, 2019a.

FEDERICI, Silvia. O ponto zero da revolução: trabalho doméstico, reprodução e luta feminista. São Paulo: Elefante, 2019b.

FEDERICI, Silvia. Re-enchanting the world: feminism and the politics of the commons. Oakland: PM press, 2019c.

FRASER, Nancy; HONNETH, Axel. Redistribution or recognition: a political-philosophical exchange. Londres: Verso, 2003.

FRASER, Nancy; JAEGGI, Rahel. Capitalismo em debate: uma conversa na teoria crítica. São Paulo: Boitempo. 2020.

FRASER, Nancy. Fortunes of feminism: from State-Managed capitalism to neoliberal crisis. London: Verso, 2013.

HARVEY, David. O neoliberalismo: história e implicações. São Paulo: Edições Loyola, 2014.

HARVEY, David. Os limites do capital. São Paulo: Boitempo, 2013.

MARCUSE, Herbet. A ideologia da sociedade industrial: o homem unidimensional. Rio de Janeira: Zahar, 1982.

NIETZSCHE, Friedrich. A vontade de poder. Rio de Janeiro: Contraponto, 2008.

SAFFIOTI, Heleieth. A mulher na sociedade de classes: mito e realidade. São Paulo: Expressão Popular, 2013.

SÉRIE de reportagens conta a história de Amabela. FASE. Rio de Janeiro, 22 ago. 2017. Notícias. Disponível em: https://fase.org.br/pt/informe-se/noticias/serie-de-reportagens-conta-a-historia-de-amabela/. Acesso em: 06 jun. 2019

SERRA NETO, Prudêncio Hilário. Contrato de parceria e escravidão por dívidas: desafios à integração da agricultura familiar no dendê. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2016.

TRABALHADORAS rurais criam associação agroecológica em Belterra, no Pará. Brasil de Fato. Rio de Janeiro, 03 jul. 2017. Caderno Agroecologia. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2017/07/03/trabalhadoras-rurais-criam-associacao-agroecologica-em-belterra-no-para/. Acesso em: 06 jun. 2019.

VERBICARO, Loiane Prado. Pandemia e o colapso do neoliberalismo. Voluntas: Revista Internacional de Filosofia, Santa Maria, v. 11, p. 1-9, 2020.


Apontamentos



Direitos autorais 2021 Direito Público

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.
Associada e indexada à